quarta-feira, 12 de setembro de 2012

A outra economia Lançamento do Livro-Agenda Latino-americana Mundial 2013

O Livro-Agenda Latino-americana-Mundial - desde a sua 1ª edição em 1992 - é “sinal de comunhão continental e mundial entre as pessoas e comunidades que vibram e se comprometem com as Grandes Causas da Pátria Grande, como resposta aos desafios da Pátria Maior. Um anuário da esperança dos pobres do mundo, a partir da perspectiva latino-americana” (Livro-Agenda 2013, p. 3). O Livro-Agenda Latino-americana Mundial 2013 aborda o tema da “outra economia”, para ir criando a “outra mundialidade”. O Livro-Agenda 2012 nos perguntava “que humanidade queremos e podemos ser, que vida podemos e queremos viver, que convivência almejamos”. O Livro-Agenda 2013 “aterrissa no campo de batalha da economia, onde se decidem a vontade e a possibilidade de viver e conviver toda a Humanidade com verdadeira dignidade humana”. Quando falamos da “outra economia” não falamos simplesmente de reformas econômicas, mas de uma economia “radicalmente alternativa” à capitalista neoliberal. A “outra economia” que sonhamos “não pode ser somente econômica. Há de ser integral, ecológica, intercultural, a serviço do Bem-Viver e do Bem-Conviver, na construção da plenitude humana, desmontando a estrutura econômica atual que está exclusivamente a serviço do mercado total, apátrida, homicida de pessoas, genocida de povos. Sonhamos com uma mudança sistêmica que atenda às necessidades e aspirações de toda a Família Humana reunida na casa comum (oikós). ‘Oikós-nomia’ é ‘a administração da casa’ que tem como lei a fraternidade/sororidade”. À luz da fé, a “outra economia” é “uma verdadeira espiritualidade: de compaixão solidária com todos os caídos à beira do caminho; de indignação profética frente a todos os ídolos da mentira e da morte; de convivência amorosa com todos os seres”. Trata-se - em linguagem bíblico-teológica - da economia do Reino, que é “obsessão de Jesus de Nazaré, revolução total das estruturas pessoais e sociais, utopia necessária, obrigatória, porque é a proposta do próprio Deus da Vida, Pai-Mãe da Família Humana” (Pedro Casaldáliga. Livro-Agenda 2013. A outra economia, p. 10-11). Por ocasião do lançamento do Livro-Agenda Latino-americana Mundial 2013 em Goiânia, será outorgado, pela PUC-GO, o título de Doutor Honoris Causa a Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito de S. Felix do Araguaia e um dos grandes profetas do nosso tempo. Será feita também uma homenagem especial ao Pe. Francisco Cavazzuti pelos 25 anos do atentado que sofreu em 27 de agosto de 1987 e que o deixou totalmente cego. Juntos/as celebraremos, ainda, a nossa gratidão a tantos/as irmãos/ãs, companheiros/as de caminhada, que dedicaram e dedicam suas vidas à causa dos/as excluídos/as em nossas comunidades e movimentos populares, como é o caso de Dom José Rodrigues de Souza (bispo emérito de Juazeiro - BA), cuja Páscoa definitiva aconteceu nesse último domingo. Faremos, enfim, a memória das Vítimas do acidente do Césio 137, que completará 25 anos nesse dia do lançamento. Aos fariseus, que disseram a Jesus: “Mestre, manda que teus discípulos se calem”, Jesus respondeu: “Eu digo a vocês: se eles se calarem, as pedras gritarão” (Lc 19,39-40). Estas palavras inspiraram o canto ‘Pão da igualdade’: “Se calarem a voz dos profetas, as pedras falarão. Se fecharem uns poucos caminhos, mil trilhas nascerão”… (Ir. Vaz Castilho). Até o final do ano, o lançamento do Livro-Agenda Latino-americana Mundial 2013 acontecerá em diversas cidades do Brasil. Em Goiânia, será no dia 13 deste mês de setembro, às 19:30h, no Centro Cultural Cara Vídeo (Rua 83, N° 361, Setor Sul, Goiânia - GO). Venha participar! Ficaremos muito felizes com a sua presença. Diário da Manhã, Opinião Pública, Goiânia, 12/09/12, p. 07 http://www.dmdigital.com.br/novo/#!/view?e=20120912&p=23 http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=70320 Fr. Marcos Sassatelli, Frade dominicano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A palavra do Frei Marcos: uma palavra crítica que - a partir de fatos concretos e na escuta dos sinais dos tempos - aponta caminhos novos